Sábado não deu, mas ontem foi dia de Wendell

1 de setembro de 2014

Upanema FC viveu dois momentos difíceis nos campeonatos que disputa neste final de semana. No sábado, em Serra do Mel, o time não saiu do zero a zero com a vila Minas Gerais, equipe que tinha vencido por 3x1 na primeira fase. Com uma proposta extremamente defensiva, o time local mostrou claramente que queria levar o jogo para os pênaltis. Acabou conseguindo. Upanema acabou perdendo após Diego e Rodrigo desperdiçarem suas cobranças. Com isso, Upanema está fora da competição.

Ontem foi a vez de enfrentar a equipe do Mossoró Esporte Clube, no campeonato regional de Felipe Guerra. Jogo duro contra uma equipe bem arrumada em campo. Upanema começou bem, criou oportunidades de gol, mas o primeiro tempo terminou zero a zero. No segundo tempo, Mossoró abriu o placar em um chute estranho, que pegou de surpresa o goleiro Wendel. A partir daí, Upanema partiu para cima, mas sem criatividade e mais na base da bola aérea. Parecia tudo caminhar para segunda despedida no final de semana. Mossoró “cozinhava” o jogo e Upanema não conseguia mostrar sua força. Aos 49 do segundo tempo, num bate-rebate dentro da área, a bola acaba batendo na mão de um jogador do Mossoró. O árbitro marca pênalti e Rafael cobra com categoria para empatar a partida no apagar das luzes.

Mais uma vez, Upanema via seu destino ser decidido nos pênaltis. 

Rafael iniciou as cobranças e acabou perdendo. Mossoró também desperdiçou sua primeira cobrança. Depois Yuri converteu e deixou Upanema na frente. Depois o jogador de Mossoró empatou. Foi a vez de Cledinaldo bater o seu pênalti e numa cobrança bisonha, botar pra fora. Mossoró fez e passou a frente. Genário bate firme e empata para Upanema. Chegou agora a vez do goleiro Wendel brilhar. O jogador bate firme, mas o goleiro de Upanema defende. O mesmo Wendel vai para a marca de pênalti bateu o seu. Correu devagarinho e bateu com tranqüilidade para fazer o seu e deixar Upanema na frente. Tem mais. Era a vez de pegar mais um e se consagrar de vez. Foi isso que aconteceu. Wendel pegou a última cobrança do Mossoró e deu a classificação para Upanema as semifinais da competição.

Upanema agora aguarda o vencedor do confronto entre Univap (Apodi) x Abelhar (Felipe Guerra). A próxima partida será daqui a 15 dias.



Começa fase decisiva para o Upanema FC

30 de agosto de 2014

Upanema FC inicia hoje a fase decisiva dos campeonatos que participa em Serra do Mel e Felipe Guerra. Classificado em primeiro lugar nas duas competições, Upanema está nas quartas de finais. Hoje, enfrenta a vila Minas Gerais, pelo campeonato regional de Serra do Mel. É a mesma equipe que Upanema ganhou na primeira fase pelo placar de 3x1. Segundo informações, a equipe se reforçou e deverá vir bastante modificada para enfrentar o time de Upanema.

Já a equipe de Upanema vai poupar alguns jogadores que deverão jogar amanhã em Felipe Guerra, também pelas quartas de finais. O técnico Vivi mesclou a equipe para evitar o desgaste dos jogadores. “Temos um elenco muito forte. Alguns jogadores não podem jogar no campeonato de Felipe Guerra por já terem jogado por outras equipes. Isso de certa forma ajuda, pois esses atletas reforçam a equipe na Serra do Mel”, explicou o técnico.

Onildo Bezerra, presidente do clube, também falou da expectativa para o jogo. “O grupo está muito motivado. Acho que nunca vi o grupo dessa forma, unido, amigo e com o desejo de ganhar”, disse. O jogo acontece hoje ás 15:15h na cidade de Serra do Mel e no mesmo horário, amanhã em Felipe Guerra.

Patrocinadores que apoiam nossa equipe:


Pedrinho Eletromóveis; Pref. Munic. de Upanema; Farmácia Neide; Clean Motos; DR Motopeças; Sabores da Serra; Tonton; Mercadinho popular; JF Construções; Depósito do Jeremias; Mercadinho Sobral,Solar Construções,CLC.

Brasil, não vote

29 de agosto de 2014

Ônibus usado pelo pesquisador ambiental Ronaldo Luiz Ferreira, 66, que faz campanha contra o voto

O aposentado Ronaldo Luiz Ferreira, 66 anos, percorre o Brasil com um ônibus personalizado, fazendo campanha contra o voto. 

"É preciso que haja uma reforma política no país e, para isso acontecer, nenhum dos políticos deve receber votos", afirmou.

NOTA DO BLOG: Nessa eleição tô com você. Se a qualidade dos políticos que se apresenta não lhe agrada, vote nulo ou branco. Simples! 

Upanema volta ao coeficiente 0.8; Um milhão a menos na arrecadação

O município de Upanema caiu do coeficiente 1.0 para 0.8 no repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). O coeficiente é determinado pelo tamanho da população, estimada pelo IBGE. Upanema, segundo dados divulgados ontem pelo IBGE, diminuiu dos 13.939 habitante de 2013 para 12.853 habitantes neste ano. Qual o motivo? A população de Mirandas voltou a ser contada para o município de Caraúbas. O motivo? Oficialmente ainda não se sabe. Surpresa? Não. O blog do Anax tinha essa informação desde o começo do ano e temos a informação de que a atual administração também tinha. O que fica no ar, é saber o motivo da atual administração não ter feito nada para evitar que o município perdesse essa receita. Na prática Upanema deixa de receber R$ 427.909,00 e passa a receber R$ 342.327,00 por mês. Uma perda de R$ 85.582,00 por mês, R$ 1.026.984,00 por ano. Um valor considerável para um município do porte do nosso.

Além da perda dos recursos, Upanema será afetado em uma área vital. O limite prudencial estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. O limite estabelecido pela Lei é que apenas 54% da receita pode ser gasto com o pagamento do funcionalismo. Ou seja, se a receita cai e os gastos com os salários se mantiverem, ou ao longo do tempo aumentar, percentualmente o gasto aumenta e o limite facilmente será ultrapassado. Hoje, o município já está muito próximo desse limite. Para cumprir a Lei, o município tem remédios amargos: demissão de cargos comissionados, corte de gratificações ou os dois juntos. Caso não resolva, demissão de funcionários efetivos ou diminuição dos salários dos funcionários efetivos. Dificilmente chegaremos a essas duas últimas alternativas, mas o corte de gratificações e demissão de cargos comissionados é quase inevitável.


Novamente fica a pergunta: porque nada foi feito para evitar isso?

Gols de Upanema x Felipe Guerra

28 de agosto de 2014



Veja os gols de Upanema 4x2 Potiguar de Mossoró, pela Copa Mazzaropi de Futebol, realizado em Felipe Guerra.
Créditos para o blog F9, do amigo Fábio Oliveira.

É só no que se fala em Upanema

26 de agosto de 2014

Não se fala em outra coisa na cidade a não ser a pífia quantidade de eleitores que o prefeito Luiz Jairo botou no comício de Henrique no último domingo. Carros e carros foram buscar o povo na zona rural e só se via voltarem vazios. O povo da cidade também não foi. Resultado: só os cargos comissionados batendo palma e uma grande quantidade de pessoas que acompanhavam a caravana, entre elas o tradicional pessoal da claque que estavam com bandeiras e cartazes.

Para quem diz que tá com 90% de aprovação (o pior é que tem quem acredite nisso) foi vergonhoso o público presente no comício de Henrique. “Ele não teve tempo de ser nem o pior nem o melhor prefeito de Upanema”, disse um eleitor ontem.

Outro eleitor disse: Jorge Luiz enchia aquele mesmo local só com um candidato a deputado estadual. Como é que um prefeito que diz que tem 90% de aprovação e passa uma vergonha daquelas?, Indagou o eleitor.

Ainda tem gente besta que diz: Henrique disse que foi o maior comício da campanha dele. Se você for para o próximo comício de Henrique na menor cidade do RN, ele vai dizer a mesma coisa. Tem gente que subestima a inteligência do povo de Upanema. A verdade é que o público decepcionou sim. Essa é a realidade que está sendo comentada nas ruas, calçadas, bares e em rodas de política. Dizer o contrário é tentar passar a imagem para quem mora fora de que Upanema está em peso com o prefeito e com Henrique. Hoje, não tá nem perto!


É só no que se fala em Upanema

Não se fala em outra coisa na cidade a não ser a pífia quantidade de eleitores que o prefeito Luiz Jairo botou no comício de Henrique no último domingo. Carros e carros foram buscar o povo na zona rural e só se via voltarem vazios. O povo da cidade também não foi. Resultado: só os cargos comissionados batendo palma e uma grande quantidade de pessoas que acompanhavam a caravana, entre elas o tradicional pessoal da claque que estavam com bandeiras e cartazes.

Para quem diz que tá com 90% de aprovação (o pior é que tem quem acredite nisso) foi vergonhoso o público presente no comício de Henrique. “Ele não teve tempo de ser nem o pior nem o melhor prefeito de Upanema”, disse um eleitor ontem.

Outro eleitor disse: Jorge Luiz enchia aquele mesmo local só com um candidato a deputado estadual. Como é que um prefeito que diz que tem 90% de aprovação e passa uma vergonha daquelas?, Indagou o eleitor.

Ainda tem gente besta que diz: Henrique disse que foi o maior comício da campanha dele. Se você for para o próximo comício de Henrique na menor cidade do RN, ele vai dizer a mesma coisa. Tem gente que subestima a inteligência do povo de Upanema. A verdade é que o público decepcionou sim. Essa é a realidade que está sendo comentada nas ruas, calçadas, bares e em rodas de política. Dizer o contrário é tentar passar a imagem para quem mora fora de que Upanema está em peso com o prefeito e com Henrique. Hoje, não tá nem perto!


VERGONHA, ÔNIBUS QUEBRA POR FALTA COMBUSTÍVEL!!!



Com as constantes licitações para compra de combustível,  um ônibus da prefeitura de Upanema foi inventar de quebrar logo por falta de óleo diesel, só para lembrar, esse mesmo ônibus faltou combustível na semana passada.
Oh jeito é abrir mais licitação para não deixar isso acontecer!!!

BLOG: Contexto Upanemense

Mateus 6:24

25 de agosto de 2014

O evento realizado ontem em Upanema, em recepção ao candidato Henrique Alves e sua comitiva, merece uma análise profunda de nossa parte, mesmo que no final você não goste do que vou escrever, mas, é importante para mim!

Para começar, queria fazer uma analogia entre uma passagem bíblica, com o que aconteceu ontem aqui em nossa cidade. No livro bíblico de Mateus 6:24, está escrito: "Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro...”
O candidato Henrique Alves ao vir ontem a Upanema mostrou que iria tentar derrubar essa verdade bíblica. Em suas atitudes, em seu discurso, Henrique tentou agradar a bicudos e bacuraus, senhores dos votos em nossa cidade. Vivemos em um município pequeno em que a rivalidade política é presente de forma explícita. É bem verdade que conseguiu convencer alguns. De um lado os bicudos (que alguns ex-bacuraus não gostam de ser chamados dessa forma), adversários históricos do PMDB, do verde de Henrique, do 15, que até ontem, ou antes de ontem, não engoliam a vez que ele mandou os bicudos tomar veneno. Do outro os bacuraus, aliados de primeira hora, que estão insatisfeitos com a falta de apoio ao grupo que votou em Manezinho na última eleição e não concordam com a aliança com o prefeito atual. Essas divergências sempre existiram e continuarão por alguns anos ainda. Não é exclusividade de Upanema, é bom deixar claro. Também acho que isso é prejudicial ao município em vários momentos de sua história, mas vamos deixar pra outro momento esse tema. O importante, o que eu quero dizer, é que a união desses dois senhores do voto é impossível nesse momento. Claro que toda regra tem exceção, mas o contexto de hoje mostra-nos essa realidade. São grupos distintos, lados opostos, feridos por anos e, não será Henrique “O messias” milagroso que irá cicatrizar essas feridas com simples palavras.

O evento de ontem teve nos bastidores, jogadas que você só fica sabendo aqui. A primeira foi a tomada de frente da organização do evento, por parte do grupo do prefeito. O coordenador regional da campanha disse ao grupo do PMDB que uma comissão iria ser montada para organizar o evento. Essa comissão seria composta por membros dos dois grupos rivais. Mas, o grupo de prefeito se fez de lesado e anunciou local, horário e programação sem combinar com o grupo de oposição, querendo mostrar claramente que quem comandava o evento eram eles. A oposição contra-atacou com a recepção a Henrique na Fazenda Poré, tradicional reduto bacurau.

Por aí vocês tiram como o clima está aqui em Upanema. Aliás, o blog do Anax vem mostrando isso com matérias faz tempo. Não invento nem minto, posso errar, mas errar é humano. O que trago aqui é o que escuto nas ruas. Foi dessa forma que tracei o que aconteceu ontem, segundo minhas fontes e diante de dados como discursos e conversas de bastidores. Então, diante do que escutamos, ontem o público presente não foi animador. Se não fossem os acompanhantes de outras cidades, o pessoal das bandeiras, teria sido um fiasco. Mas, não foi!

1º SENHOR

Como já disse, Henrique sabia da insatisfação do bacurau com essa história de Luiz Jairo no mesmo palanque que o líder do PMDB no estado. Então, Henrique tentou agradar ao grupo, recebendo o mesmo, primeiro e de forma privilegiada. Um grupo expressivo de bacuraus (nada de multidão nem grande público, mas expressivo) ouviu o discurso direto e objetivo do candidato. Em outras palavras Henrique disse que é nascido e criado no PMDB e que, sendo governador, o bacurau é quem vai ter vez (tá mentindo esse rapaz?). “Sou bacurau, sou do verde e vocês estão no meu coração. Não vou deixar minhas raízes. O Rio Grande do Norte vai ter um governador bacurau como vocês”, disse. Foi o suficiente para os presentes terem a certeza de que vale apena agüentar Luiz Jairo em cima de um palanque e depois ser “escanteado”.

Henrique conseguiu sua primeira missão? Agradou ao primeiro senhor? Parece que sim, pois o sentimento de quem tava lá era de euforia e alegria. Henrique disse o que os que estavam presentes queriam ouvir.

2º SENHOR

O outro senhor tinha que ter afago, tinha que escutar o que queria escutar e, escutou. Henrique, com 600 anos de política não iria subir num palanque com um prefeito que lhe apoia para criticar o mesmo ou elogiar seus adversários. Quem foi para o comício pensando em ouvir alguma coisa diferente de elogio a Luiz Jairo, tá precisando se consultar com Dr. Salomão.

Henrique disse o que os bicudos queriam ouvir: que estava admirado com o discurso de Luiz Jairo. Que vai ajudar ele quando for governador. Que era o candidato do verde, do vermelho e do azul. Disse a João Maia que há um ano e meio estava DO OUTRO LADO e que Luiz Jairo deu uma lapada nele e nos bacuraus. Pronto, foi o suficiente para os bicudos que estão mamando nas tetinhas da PMU se alegrarem. Agradou o outro senhor!

Mas, seria Henrique capaz de destruir uma verdade bíblica?

Claro que não meus irmãos, quer dizer, meus amigos.

Pelo lado dos bacuraus, a declaração de uma pessoa que mandou os bicudos tomar veneno a menos de um ano e agora fica tirando onda com a conversa de lapada, não é um candidato que respeita o grupo. A insatisfação com os elogios a Luiz Jairo também foi grande e serviu para muitos confirmarem o desejo de não votar em Henrique. Também serviu para muitos aproveitarem o momento e passarem o recado aos dirigentes locais do PMDB que ou se renova ou acaba. “Agora eu criei nojo mesmo. Ele podia vir aqui falar das emendas dele, que trouxe isso, trouxe aquilo, mas elogiar Luiz Jairo, basta”, disse um bacurau.

Pelo lado dos bicudos, o gesto de atender primeiro os bacuraus e dar um “chá de arquibancada nos bicudos” que esperavam desde as quatro da tarde até as oito e quarenta e cinco, na Praça de Eventos, serviu para deixar o grupo do prefeito fumaçando. O sentimento de que vão votar em Henrique, mas sabendo que o futuro não será azul estava estampado no rosto. O bicudo, bicudo mesmo, teve a certeza de que votar em Henrique é votar nos bacuraus e que essa pode ser mais uma péssima jogada do prefeito, que já demonstrou que escolher candidatos estaduais não é o seu forte. Votar em Henrique é dar vez ao adversário, que não vai abrir mão de quem sempre lhe apoiou para apoiar Luiz Jairo que muda mais de partido que seu candidato a deputado. “Taí bando de besta, vão votar nele! Ele dar vez a Dorian, que é da cozinha dele. Vai dar vez a nós? Nunca!”, disse um bicudo indignado.

Então meus amigos, o cenário em Upanema hoje é esse. O mesmo que o blog do Anax tem dito há muito tempo. Tanto de um lado, quanto do outro, existe sérias restrições para votar em Henrique. É claro que ele vai ter muito voto, em virtude dos dois grupos polarizarem os votos locais, mas aumenta todo dia a quantidade de insatisfeitos com as decisões do prefeito e do grupo de oposição. A vinda de Henrique só piorou o quadro.

Os votos brancos e nulos eram uma crescente, mas o grupo que apoia Robinson e Fátima, resolveu se aproveitar da situação de total insatisfação com o cenário político local e tentar captar os votos desse povo. Hoje, pela primeira vez já veio um carro de som para rodar com as músicas de Robinson e Fátima. Lideranças e eleitores também tomaram uma dose de ânimo e começa o boca a boca de vamos votar em Robinson e Fátima. Aí já sabe, quando o povo quer...



Sentimento de um eleitor

Frase de um eleitor ontem em Upanema: Henrique perdeu a voz  e a vergonha.

Upanema goleia Potiguar e se classifica em primeiro do seu grupo

23 de agosto de 2014

O Upanema FC jogou sua segunda partida pela Copa Mazaropi de Futebol, na cidade de Felipe Guerra. Depois de vencer o primeiro desafio por 2x0, hoje foi a vez de ganhar do Potiguar de Mossoró pelo placar de 4x2. O time mossoroense se prepara para participar da Copa Nordeste sub-20 e conta com um time bem treinado e preparado. Mas, nosso time mostrou mais maturidade em campo e com esse resultado, Upanema se classificou em primeiro lugar do grupo, com 6 pontos e aguarda o próximo adversário da fase mata-mata.

O JOGO
Depois de ter perdido uma carrada de gols no primeiro jogo, hoje foi a vez do meia Rafael dar um show. Ele roubou uma bola, avançou pela direita e cruzou para Jerimar só completar. Mas, logo após, Upanema sofreu um gol de cabeça e um gol na cobrança de um pênalti duvidoso. O time ficou nervoso e perdeu muito tempo discutindo com a arbitragem. Em uma falta sofrida por Cledinaldo, Rafael cobrou bem e a bola caprichosamente bateu na trave e não entrou. Quando tudo parecia perdido no primeiro tempo, o matador Cledinaldo apareceu e empatou o jogo no finalzinho do primeiro tempo. No intervalo, o técnico Vivi colocou os nervos dos jogadores no lugar e o time voltou mais tranquilo em campo.
Depois dos vinte minutos da segundo etapa, Vivi tirou Jerimar e colocou Yuri, avançando Rafael para o ataque junto com Cledinaldo. A substituição deu certo. Rafael aproveitou um lançamento, avançou contra o marcador e com categoria bateu no canto do goleiro, que se esticou, mas não deu. Um golaço. Upanema então passou a jogar no contra-ataque. Depois de uma jogada rápida, Cledinaldo tocou para Rafael, dividiu com o zagueiro e o goleiro, a bola sobrou e Rafael chutou devagarzinho para marcar quarto. Logo em seguida um jogador do Potiguar agrediu o volante Juninho e foi expulso. Upanema se fechou e esperou o tempo passar para conseguir mais uma vitória.

O melhor jogador da partida sem dúvida foi Rafael, que participou de todos os gols e merece com certeza esse destaque. Destaque também para a volta de Cledinaldo ao ataque. Com ele presente em campo, o time sente a confiança, além do equilíbrio necessário de um capitão, que pediu para o time esquecer o juiz e jogar bola. O técnico Vivi também merece nossos parabéns pelas mudanças que fez. Parabéns a todos. 

Grande festa do Palheiros acontece hoje



A 10ª Festa do Esporte do Palheiros 3 acontecerá no sábado, dia 23 de agosto. E para animar essa tradicional festa teremos o swing das bandas Renario Forrozeiro, a energia de Renatinho de Upanema e se apresentando pela primeira vez em nosso município todo o romantismo de Lairton, o Moranguinho do Nordeste e banda. 
      Será sábado, 23 de agosto, a partir das 23 horas na quadra de Zé de Caboco.
      Ainda durante todo dia haverá torneio de futebol mini-campo e seresta ao vivo na quadra de esporte a partir do meio dia.
      Realização Adão e Zé de Caboco.

Bacurau desde pequeno

Para você que mora em Natal, Mossoró e outra cidade, tá perdendo o prefeito no carro de som convidando a população para a carreata de Henrique domingo. Ninguém sabe quem ele tá desagradando mais: os bacuraus ou os bicudos que não tão mamando da PMU e sempre votaram nele. Agora de uma coisa eu sei: os cargos comissionados e os bacuruas recém-convertidos ao poder da lu$ a$ul estão fazendo uma força para demonstrar que estão satisfeitos, que não é brincadeira. kkkkk